Make your own free website on Tripod.com



Rochas ornamentais

As rochas chamadas "ornamentais", no stricto sensu, são aquelas submetidas ao polimento e utilizadas com fins decorativos na superfície de objetos (Fig. 2A), diferentes daquelas utilizadas como materiais de construção em geral cuja importância principal é a firmeza física. Neste sentido, alto brilho na superfície polida é um fator muito importante. No lato sensu, são incluídas as rochas não polidas para usos decorativos, consideradas "rochas semi-ornamentais" (Fig. 2B).


A
B

Fig. 2 - Uso da rocha ornamental: A) granitos de várias cores para piso e revestimento de coluna, Estação de Tokyo, Japão; B) rocha semi-ornamental, gnaisse não polido para revestimento de muro, Andorinha, Município de Magé, RJ.


A produção e o consumo das rochas ornamentais do Brasil apresentou crescimento notável nas últimas décadas, sendo utilizadas amplamente para revestimento externo de prédios, pisos, paredes, mesas, pias, etc. Em comparação com outros países, o uso das rochas ornamentais no Brasil é muito grande. Sobretudo, as rochas altamente decorativas de coloração vermelha, rosa, amarela, verde e azul, chamadas popularmente de "rochas coloridas", são abundantes tanto em quantidades quanto em variedades.

Alguns estados brasileiros destacam-se na produção de rochas ornamentais, tais como: Espírito Santo, Bahia, Ceará, São Paulo, Pernambuco e Goiás. Desta forma, os governos estaduais de São Paulo, Bahia e Goiás publicaram catálogos das rochas ornamentais produzidos em cada estado com objetivo de incentivar a produção e a venda (Caruso et al., 1990, etc.). O Governo Federal, por meio do Departamento Nacional de Produção Mineral (DNMP) e Companhia de Pesquisas de Recursos Minerais (CPRM), publicaram perfis analíticos e livros de rochas ornamentais do Brasil (Azambuja & Silva, 1977, Schobbenhaus et. al., 1991, etc.). Desta forma, as rochas ornamentais estão consolidando a sua posição como um importante recurso natural do Brasil.


Rochas ornamentais

Retornar

Avançar